quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

Amizakart 2014: 1ª Etapa - Top Kart Barra (P2 = P2)

RAMOS/RJ/REDAÇÃO (Foi bom) - Salve amigos do Kart,carros e etc! Começamos pra valer ontem (19/02), a temporada 2014 do Amizakart. Estivemos ontem em bom nº, nas dependências do Top Kart Barra, dentro do estacionamento do Extra, localizado no citado bairro carioca, que dá nome a pista. Vale um registro aqui, do retorno as pistas do meu grande amigo Henrique Felippe, que depois de 2 anos afastado das pistas, voltou em grande estilo. Definitivamente (Ainda bem), esse tempo não enferrujou o meu amigo. Espero vê-lo em outras provas durante o ano, e torço para que a idéia da categoria Open do Amizakart, sempre exista. Tal categoria, permite que os pilotos participem quando podem e quando querem, apenas avisando com antecedência ao João, para que esse garanta a vaga. Idéia muito boa, sem dúvida.

Bom, vamos a minha prova. A categoria PRIME, minha categoria esse ano, foi a última a entrar na pista. Com uma bateria completa (10 pilotos), entramos na pista depois as 22 horas, e cada piloto foi de encontro ao seu kart, para iniciarmos o qualify. Peguei o kart nº 5, utilizado na bateria anterior (Cat. Light), pelo Patrick, que com esse kart, venceu a bateria. Antes de sentar no kart, foi até o Patrick e perguntei sobre o carrinho. Ouvi que o carrinho estava bom, mas que os pedais estavam numa posição um pouco incômoda, voltados pra trás, empurrando um pouco os pés pra trás. Nada que em 2 ou 3 voltas, você não se acostumasse. Saindo na frente pro qualify, tentei me concentrar numa volta limpa, e relativamente consegui fazer isso. Cabe um comentário, que para a turma que anda em indoor, sabe bem: Conseguir volta limpa em pista indoor, é difícil. Mas eu tentei, e consegui cravar um 2º lugar. Largando em 2º, pensei em atacar meu amigo Marcos Lobo (kart nº 16) logo nas primeiras voltas, pra tentar a ultrapassagem. Não deu. O Lobo andou muito, e eu não consegui encontrar um lugar pra concluir a ultrapassagem. Acho que consegui até colocar do lado em alguma hora, mas faltou pista (espaço), pra concluir a manobra. Diante disso, pensei em mudar a tática de corrida, adiantando a minha parada, e comecei a empurrar o Lobo, para nos distanciarmos do terceiro colocado (Richard Egggenstein kart nº 14). Isso deu certo. É, não como eu queria, mas depois, acabou dando. Calma, eu explico: As corridas em circuito indoor, do Amizakart (para os que ainda não sabem, ou que são novos aqui nesse espaço), possui uma regra que nos obriga a fazer uma parada obrigatória durante a prova, e a minha intenção era fazê-la, sem perder a posição pro Richard, mas perdi... Num determinado momento durante a prova, eu sinalizei e fiz a minha parada. Quando saí, o Richard passou por mim, mas, saí colado nele. Nesse momento, eu não vi quando o Lobo parou, mas acredito que tenha sido logo depois de mim - aproveitando o espaço que ficou, ou, não aconteceu isso, porque eu perdi um pouco de tempo atrás do Richard, que naturalmente é um adversário muito duro. Lá foi eu tentar a ultrapassagem, e por sorte, a minha mudança de estratégia durante a prova, pegou o Richard de surpresa. Mesmo que eu não conseguisse ultrapassá-lo na pista, o faria durante a parada obrigatória, que o meu amigo do kart nº 14, ainda teria que fazer.

A "briga" continuava. Eu "preso" e  sem ver o Lobo, ficando preocupado. Lá pelas tantas, consigo ultrapassar o Richard num bote no momento em que ele avisava que iria parar. Não esperei. Numa pequena reta da travada pista do Top Kart Barra, eu saí colado, me posicionei por dentro numa curva a esquerda, e passei. Na curva seguinte a direita, me defendi e falei pra mim mesmo: Cadê o Lobo? Daí pra frente mesmo amigos, a corrida virou pra mim, qualify. Comecei a virar voltas bem rápidas, até cravar na 27ª volta (de um total de 33), o tempo de 00:00:25.97. Salvo engano, fui o mais rápido das três categorias que andaram ontem - ainda confirmarei essa informação. Na minha categoria (tenho o papel aqui comigo), fui o mais rápido. Segui virando bem, e cheguei no Lobo. Mais uma vez tentei a ultrapassagem, mas não deu. Outro osso duro, o Lobo não deu mole em momento algum, e fomos brigando até a última curva antes da bandeirada. Foi uma prova fantástica de recuperação, e eu saí de lá ontem com um sentimento de dever cumprido, feliz com meu resultado, e confiante de que tenho tudo para fazer uma boa temporada esse ano. 

Apenas para ilustrar a minha briga com o Lobo, essa foi a diferença entre nós dois, após recebermos a bandeirada final: 00:00:00:39 !!!

Hoje, mais tarde, postarei umas fotos que tirei ontem, com a ajuda do meu amigo Vinícius.

Grande abraço.
M Filho.

Um comentário:

  1. Fala meu amigo,

    Quero muito agradecer pela oportunidade... foi fantástico... o corpo ainda sente o reflexo de mais de 2 anos sem correr, mas estou feliz demais...

    Minha corrida foi boa, mas poderia ter sido melhor... isto quer dizer que voltei a sentir o gosto do lado competitivo... não sei se conseguirei seguir o ritmo antigo, mas sempre que puder estarei nas pistas...

    Abraço grande... Henrique Felippe - Acelera Jatobá Forever

    ResponderExcluir

9ª Etapa AMZK 2017 - Guaratinguetá - Vídeos

Categoria Light: Pole, melhor volta e vitória ( 08 Karts no total, largada lançada) Bateria de convidados: P5 = P5 (18 Karts no total...