quarta-feira, 27 de março de 2013

Point Kart: 26/03 Treino livre

RAMOS/RJ/"REDAÇÃO" (Só chove) - Salve pilotos! Ontem (26/03), rolou um treino livre no melhor indoor do Rio de Janeiro, o Point Kart. 

Andei com meu Pai e os amigos Raphael Ranna e Vinícius Gonçalves.  

É sempre bom voltar o Point Kart e matar a saudade onde realmente o kart indoor começou pra mim. Um bom treino, e todos satisfeitos. 
Mês que vem tem mais !!




Abração!

segunda-feira, 25 de março de 2013

Fórmula Indy: Começou !

RAMOS/RJ/"REDAÇÃO" (Mais corrida!) - Ontem começou a temporada da indy em São Petersburgo.

Corrida legal.


Vi coisas legais como um Sato agressivo no início. Esse cara é bom.

Uma Simona de Silvestro (Linda!!!), mandando a bota e brigando até as voltas finais, quando ficou sem pneus.

Vi a Bia Figueredo, coitada, ralando para se entender com o carro e com uma equipe nova e ainda sem entrosamento com ela e entre eles.

Vi um Helinho cometendo um erro na curva no final da reta e perdendo o 1º lugar a poucas voltas do fim, Deu pena, guiou muito ontem.

Vi Tony Kanaan mais uma vez se recuperando no final, e sendo prejudicado por erro de box da KV. Essa KV...

Vi James Hinchcliffe aproveitando o vacilo do Helinho e segurando bem a 1ª colocação até o final.

Vi Marco Andretti dando porrada como se fosse kart indoor (com quele borrachão em volta), do carro da Simona no final da prova. O cara é grosso. Na boa, só está na equipe por que é filho do dono. Até o comentarista do BandSport perguntou se era corrida de kart rsrsr.

Se da F1 tivemos o momento trapalhões com o Hamilton parando no box da Mclaren, na indy, Hildebrand se distraiu com o rádio e botões no volante (Palavras do próprio a TV americana) e passou por cima do carro do Will Power em bandeira amarela!!! Huahauaha Coita do do Power. Teve um pneu traseiro direito furado pela carenagem que ficou pegando, e perdeu seu retrovisor direito que também precisou ser trocado. Valor do retrovisor, segundo o comentarista do BandSport: 30 mil dólares!
 
Alguns outros detalhes:

1º - Como essa pista montada metade na cidade, metade do aeroporto de São Petersburgo, é ondulada. A freada no final da reta principal, tinha tanta ondulação, que era difícil segurar o carro ali. Eu particularmente acho que as ondulações + um freio não aquecido adequadamente durante a bandeira amarela, provocaram a travadinha e o desequilíbrio do Helinho do final da reta, que custaram o 1º lugar dele na prova. Uma pena, repito.
 
2º - Como esse carro da Indy suporta porrada. O bicho é pesado, largo, e esse acabamento da traseira é usado para empurrar mesmo. O carro é forte. Também passa uma impressão de ser pesadão, e ainda esse ano, segue sem direção hidráulica. Imaginem o que deve ser guiar um carro desses num circuito misto como o de ontem, com aquela quantidade absurda de ondulações...
 
Resultado de ontem:

  
Simona de Silvestro, acelera forte, não?


Preocupações com a temporada 2013 da indy: 

Esse ao a Indy terá rodadas duplas em algumas provas, ou seja, corrida sábado e domingo. Circuitos mistos. Até aí, tranquilo, mas vêm a minha preocupação agora: As provas de Sábado (salvo engano é Sábado mesmo) terão largada parada.

Será que esses caras saberão fazer isso?

Esse carro da Indy é um tanque de guerra. Passar um por cima do outro, como aconteceu na bandeira amarela nesse domingo, não será algo difícil de acontecer.

Curioso pra ver esses caras que a vida inteira largaram em movimento, largando parado como na F1.

Bernie: "Fala sério comigo..."

RAMOS/RJ/"REDAÇÃO" (Dia nublado) - Essa semana, pipocou na imprensa, que Bernie Ecclestone, o chefão da F1, comentou sobre a possibilidade da F1 voltar para o Rio de Janeiro.

Basta acompanhar um pouco os noticiários para saber que a coisa é pressão do Bernie para que as obras no autódromo de Interlagos aconteçam. Com todos os problemas de espaço que Interlagos tem, não existe lugar melhor para a F1 andar no Brasil, do que lá, e pensem com lógica: 2016 a F1 no Brasil? 

Três pontos que me apego para sustentar meu texto:

1) Se não acontecer em SP, não acontecerá em lugar algum. Nenhum Estado tem grana para fazer uma pista padrão FIA, e pagar o resto da conta para trazer a categoria mais cara da face da terra pra corre no seu quintal. Somente a cidade mais rica do Brasil, São Paulo, pode bancar a brincadeira.

2) Grana para construção de autódromo em outro lugar, não será liberada pela esfera federal. A prioridade é a Olimpíada e a Copa. Esqueçam o resto.

3) O Rio de Janeiro, com o pires na mão atualmente, com pagamento de todos os contratos com o Governo do Estado temporariamente suspensos, pela falta dos royalties que nos foram tirados, tem grana pra construir algo aqui? Algo voltado para o automobilismo? Falem sério comigo.

Amigos, o Bernie conversou com quem mesmo quando esteve aqui no Rio? Abaixo, um trecho da reportagem para lembrá-los:

"...Mas Bernie disse que chegou a se reunir com o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes...O prefeito me disse que eles podem fazer isso”, comentou Ecclestone."

Porra Bernie, não força...."namizade"

Reportagem completa do site Grande Prêmio,  AQUI.

domingo, 24 de março de 2013

GP Malaio: Gostei!

RAMOS/RJ/REDAÇÃO (Canguru chorão) - Sobre a corrida de hoje:
Corrida muito boa!

Sensacional a errada de box do Hamilton, ri pra kct aqui em casa!

 
SAUBER
Sensacional o "menino Hulk" e seu Sauber. Vários passões em cima do Perez, eu contei pelo menos 3! Muito bom! Realmente merece chance numa equipe melhor, e me lembro do Rubinho ter dito, quando dividiu equipe com esse Alemão (Mais um), que o menino "é bota!"

FERRARI
Massa... Bom, se toda a corrida fosse com chuva eu não esperava nada dele, pois ele não anda bem na chuva. Largou mal, fez uma prova discreta, próximo ao fim fez ultrapassagens importantes e contou com uma boa estratégia de equipe. Importantíssimo resultado, largando a frente do Alonso e ficando a frente também na tabela de classificação. No geral, foi um bom final de semana pro Massa. A Ferrari, na minha opinião, tinha que ter chamado o Alonso imediatamente para o Box. Talvez ele mesmo tenha optado por dar mais uma volta, não sei, mas a escolha de mais uma volta com aquela reta longa, e a força do ar durante todo o tempo de reta, sobre o spoiler ou asa dianteira (como queiram), quebrado, deu no que deu...

RBR
Vettel correu como um campeão, e como tal, atacou e passou o seu ridículo companheiro de equipe, que na salinha fechada antes do pódium, estava putinho... O seu babaca, você queria o que? Que o seu companheiro de equipe, mais rápido que você, não te ultrapassasse? Por isso que o Vettel é campeoão do mundo de F1. Atitude que Senna sempre teve, que Piquet, Mansel sempre tiveram. Webber, pede pra cagar e vai embora. Um grande bunda mole esse Webber, daquele que quando sair da F1, acho que nem para comentarista de TV vai ser chamado.
O Vettel pediu desculpas.... que F1 babaca é essa? Saudade dos tempos de Senna, Mansel e Piquet.

MERCEDES
Nico e Hamilton: Mais um caso de quem é campeão, que tem atitude. Reparem de quem o Roos Brawn comprou o barulho? Do campeão, do cara que é mais piloto. O Nico, aceitando a ordem, estando mais rápido que o Hamilton, já começou a aceitar a condição de segundo piloto dentro da Mercedes. Amigos, segunda corrida do ano, eu muito mais rápido que meu companheiro, na boa, que se f#$%¨& a ordem de ficar atrás. Ultrapassava e depois quebrávamos o pau dentro do box, mas esse galho dentro do Nico, nitidamente já começou a ficar estranho. Se isso acontecer mais uma vez, Nico será mais um chorão como o Webber, com alguns lampejos de bom piloto, e nada mais, um eterno segundo piloto. Ross Brawn provavelmente vai cagar meio quilo pra qualquer chilique de Nico pós corrida, pois está muito acostumado com isso, é só lembrar de Rubens e o Alemão sete vezes campeão mundial, na época de Ferrari.

MCLAREN
Prova medíocre para uma equipe do porte da McLaren. Nitidamente estão perdidos, e com um carro pior do que o do ano passado. Button nos box no final, para trocar câmbio e motor sem ser punido na próxima etapa. Perez tomando passão a torto e a direito de todo mundo, e a duas voltas do final, coloca pneu macio pra fazer a volta mais rápida da prova...

FORCE INDIA
Troquem as porcas das rodas... Que zica, pqp, e os caras vinham bem na prova. Um puta azar.

No geral, valeu ter acordado cedo nesse domingo!

quinta-feira, 21 de março de 2013

Senna 53 anos.

RAMOS/RJ/"REDAÇÃO" (Eita saudade...) - Se tivéssemos visto esse imagem naquele fatídico 1º de Maio, seríamos mais felizes, mas Deus, também gosta dos bons por perto.


Salvem Nürburgring !

RAMOS/RJ/"REDAÇÃO" (O calor foi embora!) - Salve ! Falávamos (Num fórum que participo) sobre o risco que Nürburgring está correndo. O "inferno verde" foi posto oficialmente a venda. Dei minha opinião, comparando com a nossa realidade:
Eu sou, e sempre fui a favor da privatização dos autódromos, mas, uma privatização sem canibalização do público, dos usuários, dos entusiastas.

Eu acho que a coisa poderia ser clara, da seguinte maneira: Vamos supor que eu (Iniciativa privada), compre um autódromo. Vamos viajar mais ainda, comprei o autódromo do Rio, impedindo que ele fosse tomado pela Prefeitura. Blz, agora é nosso!

Eu faria uma reunião e deixaria clara as minhas intenções, ou seja, sanar as dívidas, e ter lucro. A minha proposta seria:

Atenção clubes, grupos e organizações, eu vou abrir isso aqui todos os dias. Os preços serão os mesmos, ou até mesmo pode rolar alguma promoção, o resto é com vocês. Vocês terão que fazer um evento atrás do outro, caso contrário, eu não terei como segurar os preços e o espaço vai me dar prejuízo.

Abriria a agenda para todos.

A coisa é simples, basta querer fazer. Eu duvido que se aparecesse uma cara assim aqui no Rio, nós perderíamos aquele espaço.

Sim, poderíamos até perdê-lo por uma ordem de desapropriação vinda da Prefeitura, que sempre teve olho grande no espaço, mas, o que eu quero mostrar, é que se um dono particular, ou um administrador comprometido, abrir os portões para eventos no estacionamento (feiras, encontros), abrir durante a semana (dia) para eventos de empresas, na sexta a noite para provas de arrancada noturna (Isso já aconteceu ou acontece ainda em SP), abrir todos os finais de semana para corridas, track days e eventos de clubes no estacionamento e pista, daria para manter vivo o automobilismo, e um autódromo aqui no Rio de Janeiro.

Eu sei que em Nürburgring isso acontece, e talvez o problema esteja na má administração mesmo, mas no nosso caso, se mudássemos a mentalidade de público para privado, com coerência e principalmente compromisso com a causa, entenda como compromisso com o automobilismo e que gosta dele (pilotos e entusiastas), a coisa certamente seria diferente. Tudo começa errado por aqui, porque a coisa está na mão de gente errada. Só nós que gostamos de automobilismo, enxergamos a coisa assim, ou de forma parecida com essa que exponho, o resto, enxerga pura e simplesmente como um negócio, daí já começa errado.

Um claro exemplo de certo e errado, na forma de administrar algo voltado ao automobilismo, são as direções de duas categorias aqui no Brasil, a Stock Car e a FTruck.

A primeira, na minha modesta opinião, carece de muitas melhorias, e atualmente enfrenta tempos difíceis (por mais que a Rede Globo tente encobrir), a segunda, essa sim, é exemplo de competência, profissionalismo e acima de tudo, paixão pelo que faz. A F Truck é, a melhor categoria do automobilismo nacional, sem dúvida.

Você tem que ser bom naquilo que faz, mas se além de bom, gostar, ser apaixonado, acreditar, sem dúvida qualquer coisa que você se propuser a fazer, será bem feito. Se começar algo só pensando no dinheiro, na grana que você vai ou pode ganhar, amigo, você está começando errado.

Palavra de quem já começou algumas coisas na vida, pensando errado.

domingo, 17 de março de 2013

GARFARAM O ZACARIAS

RAMOS/RJ/"REDAÇÃO" (Não choveu) - Garfaram o Zaca...

Salve amigos.

Vi o treino ontem as 21h no SporTv, e a corrida hoje às 3h na Globo.

Bom, sem pachequismo, pois acompanho a F1 a mais de 20 anos, e nunca me limitei a acompanhar somente pela TV. Sempre li bastante sobre o assunto, e principalmente, frequentei rodas de amigos, como essa aqui, para conversar sobre o esporte.

Amigos, o Massa como eu disse ontem, será demitido ao final do ano. Irão sacaneá-lo, como sacanearam nessa corrida, pois, após a 2ª parada do Alonso (Dizem que adiantada), e o Massa tinha que entrar imediatamente após, e o que a Ferrari fez? Segurou o Massa na pista por mais um volta com pneu em fim de vida, e foi o suficiente para colocar o Alonso na frente dele, quando o chamaram para o Pit (1 volta após o Alonso). Além de perder a posição para o Alonso, ele perdeu para o Vettel e Sutil.

O Massa foi, quase que 90% do tempo de prova, mais rápido que o Alonso, e, não tinha muito o que fazer quando a Ferrari o sacaneou na parada. Ele voltou atrás do Alonso e da dupla Vettel / Sutil, e andou forte. Recuperou o contato com o pelotão liderado pelo Alonso e fez o que pode até seus pneus acabarem novamente.

A Ferrari vai fazer isso com ele durante todo o ano, e, mesmo que o Massa ande na frente do Alonso, a Ferrari não vai ficar com o Massa, porque? Por que o Alonso é mais piloto do que ele. Por que mesmo f#$%&*, a economia espanhola através do Santander, coloca grana na Ferrari, e isso foi levado pelo Alonso. Massa, além de andar menos que o espanhol, ainda tem isso contra. A TNT injeta com certeza, bem menos grana que o Santander.

A Ferrari vai fazer tudo para agradar o Alonso esse ano, e isso engloba atitudes como a de hoje, para tirar o Massa da jogada.

O Felipe tem dois adversários esse ano, seu companheiro de equipe, e a própria equipe. Ou vocês acham que a Ferrari vai querer perder o Alonso para outra equipe de ponta da F1? Eu duvido que a Ferrari vá querer ter uma dupla Vettel / Alonso juntas. Essa mistura não vai dar certo. É melhor ter um 2º piloto que ajude a equipe, e um 1º piloto que traga os resultados, do que "dois primeiros" pilotos saindo no tapa e perdendo os resultados e desestabilizando o ambiente dentro da equipe.

Parabéns ao Kimi e a Lotus, uma equipe que desde o ano passado mostrou ter um carro equilibrado, que agride menos os pneus, e que na mão do cara certo (Kimi), vai longe. Outro cara que deve ser observado esse ano, é o Sutil. É um bom piloto, e eu acho que vai bater sucessivamente aquele tal de Paul di Resta sem sal do kct. O Sutil tem um carro mediano, mas guia muito e foi muito inteligente em largar com pneus médios, quando a maioria a sua frente estava de super macio. O carro da Force Índia mostrou ser um carro que também não agride muito os pneus (vejam os trechos que o Sutil percorreu com os pneus médios e super macios), e se derem mole, ele vai frequentar o pelotão da frente.

Acho que mais duas corridas, teremos algo mais sólido para comentar, mas minhas apostas em várias sacaneadas da Ferrari no Massa, e em boas exibições de Kimi e Sutil, eu mantenho como opiniões já formadas.

Bom, daqui a pouco (11h) teremos Stock Car no SporTv, direto de Curitiba.

Abraço.

domingo, 10 de março de 2013

F1 no Aterro: Palhaçada.

RAMOS/RJ/"REDAÇÃO" (Idiotas...) - Salve. Hoje crio esse post, balizado pelas palavras de um grande amigo, André Buriti ( http://sosautodromorj.blogspot.com.br/ ), e é triste ver esse tipo de evento por aqui. Mais triste ainda, é ver alguns amigos, apoiando e assistindo tal momento circense.

Abaixo, o texto irretocável do Buriti.

Tarde demais...

É sábado a noite, chove a cântaros no Rio.

No aterro do Flamengo está sendo montada uma parafernália para uma "demonstração" da Ferrari F10 de Felipe Massa, com o próprio pilotando. Uma demonstração na verdade de como pode se transformar o patrimônio de uma cidade em um espaço fechado para um grande evento, que vem sendo planejado há pelo menos dez anos pelas mentes criminosas que governam a nossa cidade. Em 2006 chegaram a oferecer o mesmo espaço para uma prova de F-Renault, a CBA vetou, o presidente na época depois se afastou, e a regra que dizia que nenhuma cidade que possuísse traçado permanente poderia fazer uma pista de rua caiu também, vide São Paulo que possui Interlagos e agora uma excrecência chamada Circuito do Anhembi, na qual os carros da F-Indy passam a 300 quilômetros por hora por uma reta ondulada separados do trânsito urbano por um alambrado e um muro de concreto provisório.

Parece absurdo? Não, são apenas amostras do poder econômico que quando quer faz qualquer coisa se tornar realidade, para muitos empresários/promotores de evento, o Aterro é "desperdício" já que é público, toda aquela paisagem desperdiçada com pobres que não consomem nada de luxuoso nem de grife, um absurdo que está com os dias contados, pois no domingo dia 10 de março, oficialmente estará sendo inaugurado o "circuito da Cidade do Rio de Janeiro", nas alamedas do parque criado por Lotta Macedo Soares, ela mesma entusiasta do esporte a motor mas que criou o Parque para ser apreciado a baixas velocidades, fazendo as pistas abauladas e de raio longo, coisa que inviabiliza para corridas de automóvel.

O evento de domingo será a forma de provarem que um carro de F1 pode andar no Aterro, e quando a foto da Ferrari F-10 estiver estampada em todos os sites especializados de automobilismo do mundo, com a pedra do Pão de Açúcar ao fundo, a massa de água azul da baía de Guanabara sob um sol de eterno verão com o público servindo de moldura, todos urrarão por uma pista no Aterro, custe o que custar, principalmente os patrocinadores. Porque será a primeira vez que se terá algo realmente novo e vendável para o "negócio" F1, que há anos patina em eventos em países exóticos e caros.

Agora, em um momento que a popularidade do esporte a motor no país encontra-se em baixa, vem o Felipe Massa promover  um evento patrocinado por uma marca de energético, principal patrocinador da equipe, enfim, ele deu uma entrevista explosiva, mas inócua, criticou, lamentou, acusou medianamente, mas é tarde demais.

Durante anos procuramos pilotos brasileiros de ponta, inclusive o próprio Massa, que, blindado por sua assessoria de imprensa nunca divulgou uma única notinha sobre o assunto, e agora em que está prestes a afiançar um crime contra o patrimônio da cidade vem com essa baboseira de "sensibilizar os dirigentes", desculpe meu jovem, você teve sua chance, chegou a andar em Jacarepaguá na época da F-Chevrolet, lembra? Não faz muito tempo, essa categoria nem existe mais, nem os carros, provavelmente os troféus que ganhou jazem empoeirados em algum canto de uma de suas casas, enfim, o Brasil nunca significou nada  além do lugar onde nasceu e criou sua família, porque esporte a motor aqui praticou muito pouco para ajudar a influenciar alguma coisa.

Massa foi a raspa do tacho da Era Senna, o último dos moicanos que veio de baixo, e na raça cavou seu lugar ao sol, o que temos hoje pilotando no Brasil ou são empresários velhos demais para almejaram alguma coisa melhor que um terceiro piloto de uma  Le Mans Series ou filhinhos da papai jovens demais e com talento de menos para conseguir um cockpit de primeira linha nas categorias top internacionais.

Entusiastas existem, bons pilotos existem, mas aqui não temos mais automobilismo, ele foi extinto em nome do lucro exorbitante e fácil. O fim do autódromo de Jacarepaguá baniu definitivamente o automobilismo da visibilidade midiática, a pouca que ainda tinha para gozo dos empresários do futebol e do olimpismo, que assim podem abocanhar as poucas verbas publicitárias ainda existentes com mais facilidade ainda.

Lamento pelo automobilismo brasileiro ter como defensor de momento uma pessoa que amanhã a essa hora terá assinado o atestado de óbito do Aterro do Flamengo como parque público, abençoado pelo poder econômico e pela leniência de um prefeito criado nos condominios da Barra da Tijuca que não tem sequer idéia do que significa esse espaço dentro da história de nossa cidade.

Deixo abaixo o texto e o link da entrevista pubicada no Grande Prêmio, saiu em outros sites, mas essa é a que fala com todas as letras sobre tudo isso.


09/03/2013 19:47

Massa critica e espera que evento da Ferrari mude “mentalidade de quem está no comando” do esporte no Rio


Às vésperas de guiar F10 nas ruas do Rio de Janeiro, Felipe Massa saiu em defesa da construção de um novo circuito carioca. Piloto classificou destruição de Jacarepaguá como “uma besteira” e disse que espera que TNT Street Race possa sensibilizar dirigentes para a construção de um novo espaço


Às vésperas de guiar um F10 nas ruas do Rio de Janeiro, Felipe Massa saiu em defesa da construção de um novo circuito no estado. Em uma coletiva de imprensa realizada em um hotel em Copacabana, o piloto da Ferrari criticou a destruição do circuito de Jacarepaguá e disse esperar que o TNT Street Race ajude a sensibilizar as autoridades locais. Neste domingo (10), o companheiro de Fernando Alonso vai guiar a Ferrari de 2010 no Aterro do Flamengo, na zona sul do Rio de Janeiro

“É muito triste o que aconteceu com o autódromo do Rio, um autódromo que já foi considerado muitas vezes um dos mais importantes do meio da F1, a pista mais bacana de pilotar”, comentou. “Nunca tive a chance de correr no Rio, mas acho que foi uma pista muito importante para o meio da F1, e ver aquilo que aconteceu é muito triste, principalmente para um piloto como eu, para um esporte tão importante, que é a F1”, continuou o brasileiro.
(continua clicando aqui)

Provavelmente ele não irá ler este modesto blog, mas se pudesse estar frente a frente com ele pediria encarecidamente que ele não colocasse carro na pista, mas que o levasse até a linha de largada saísse do carro e pedisse o microfone, e dissesse que rua não é pista, que um carro de F1 só voltará a andar no Rio quando tivermos o nosso autódromo de volta, de preferencia Jacarepaguá, na Restinga de Itapeba, de onde nunca deveria ter saído.

O resto é história.

Nos vemos na pista.

Mais links aqui e aqui
Fonte: http://sosautodromorj.blogspot.com.br/2013/03/tarde-demais.html

sexta-feira, 8 de março de 2013

POINT KART INDOOR E FAERJ


RAMOS/RJ/"REDAÇÃO" (Vem chuva?) - Salve turma! O post de hoje é para informar a todos a mais nova parceria, e até onde eu sei, inédita, envolvendo o Point Kart Indoor e a FAERJ. Recebi hoje por e-mail, do meu amigo Ivson, e repasso a todos:

O POINT KART INDOOR e a FAERJ, fecharam a seguinte parceria:

Os pilotos que comparecerem no POINT KART INDOOR, com a carteira da FAERJ, de qualquer categoria e do ano em exercício, terá um desconto de 10% no valor praticado no dia.

Esta promoção inicialmente será válida de 01/03/13 à 31/03/14. 

Esta é mais uma comprovação de que o POINT KART INDOOR, está sempre incentivando o automobilismo do Rio de Janeiro.
   
POINT KART INDOOR
            Em alta !



9ª Etapa AMZK 2017 - Guaratinguetá - Vídeos

Categoria Light: Pole, melhor volta e vitória ( 08 Karts no total, largada lançada) Bateria de convidados: P5 = P5 (18 Karts no total...