quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Stock Car: Leitura oportuna.

RAMOS/RJ/"REDAÇÃO"(Muito bom) - Salve turma! Bom, todos estão acompanhando a confusão que se armou com a desclassificação do Daniel Serra, Cacá Bueno, Xandinho Negrão e Ricardo Zonta na última prova da Stock, em Campo Grande.

Pois bem, sugiro uma reflexão sobre o assunto, após a leitura do texto do Victor Martins, sobre esse imbroglio todo.

De quem vem a má-fé?

SÃO PAULO Para encerrar por hoje a série sobre patacoadas que acontecem na Stock Car — e desta vez devem ser atribuídas à CBA e ao CTDN —, cabe aqui a explicação do episódio contado por duas fontes de ótimo gabarito.

Não há no regulamento esportivo nem técnico nenhuma obrigação para que o piloto apresente uma explicação por não conseguir levar o carro por seus próprios meios ao parque fechado assim que a corrida acaba. De modo que, qualquer punição que foi aplicada a Serrinha, Cacá, Xandinho e Zonta neste sentido torna-se inapropriada, unicamente dada por interpretações e julgamentos pessoais.

Assim que um chefe de equipe apontou que não havia, de fato, uma linha sequer que cobrava explanações, Nestor Valduga, presidente do CTDN, pediu que fosse escrito um problema qualquer dos carros para que fosse apresentada uma prova assinada. Assim que recebeu o documento, então, o dirigente solicitou uma fiscalização nos veículos que não foram ao ‘parc fermé’. Sem encontrar a falha identificada, julgou que os pilotos e seus respectivos times agiram de má-fé.

Daí vieram as desclassificações. Daí eu pergunto: de quem vem a má-fé?

Fonte:http://colunistas.ig.com.br/victormartins/2010/09/20/de-quem-vem-a-ma-fe/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

AMIZAKART 2017 - FIM DE PAPO!

RAMOS/RJ/"REDAÇÃO" (Acabou) - Salve amigos, passagem rápida para contar que chegamos ao final de mais uma temporada. Conseg...